Como eu gerencio meus freelancers e porque dá certo

Como eu gerencio meus freelancers e porque dá certo

Construir uma relação flexível e de longo prazo garante o talento que você precisa, quando você precisa, e por um preço que você pode pagar

Chamado de freelancer, autônomo ou emprego temporário  – independe do termo, está cada vez mais popular. De fato, pesquisadores afirmam que eles corresponderão a metade da força de trabalho dos Estados Unidos até 2020. O aumento deles significa que os líderes de hoje precisam aprender melhor a como gerenciar funcionários à distância para garantir que suas organizações estejam preparadas para colher todos os frutos do trabalho deles.

Como estrategista de conteúdo, eu trabalho com freelancers todos os dias, geralmente escritores, designers e profissionais de marketing. Eu descobri os benefícios substanciais. Meu negócio opera com grande flexibilidade, eu tenho a expertise na indústria em questão e mantenho meus custos mensais dentro do orçamento.

De qualquer maneira, encontrar opções para freelancers a longo prazo foi complicado – e eu descobri que as relações da sua empresa irão ruir se você não lidar com seus freelancers corretamente. Assim foi que eu descobri como fazer um negócio crescer usando trabalho freelancer e sendo um eu mesmo.

Relações

Líderes frequentemente desvalorizam freelancers. Ao contrário do que as pessoas pensam, o termo “freelancer” não é sinônimo de mão-de-obra barata, trabalho substituível ou pessoas desesperadas por emprego. Enquanto funcionários normais oferecem maior flexibilidade em termos de relações a longo prazo, eles não são necessários para soluções temporárias e pontuais. A maioria dos freelancers precisam de um período de carência e adaptação para entender sua missão dentro do negócio. Se você ficar substituindo eles, precisará reinvestir esse tempo quando contratar outros.

A chave para usar freelancers é pensar a longo-prazo e construir relações que ofereçam novas oportunidades de trabalho. Isso minimiza os custos para recrutamento e ajuda seu time a criar processos flexíveis feitos para serem escalados com menos sobrecarga e risco financeiro, quando comparados a funcionários full-time. Em outras palavras, trate seus freelancers como qualquer outro membro do seu time.

Eu descobri que muitos freelancers, incluindo eu mesmo, gastam um tempo considerável buscando e assegurando novas oportunidades para manter um estilo de vida flexível e manter as luzes acesas. Líderes devem ofecer as melhores condições de trabalho a longo prazo possíveis ou até negociar um pagamento mensal, talvez com uma taxa de desconto. Contratos longos e fixos também ajudam seu departamento de finanças a definir as necessidades orçamentárias.

Negociar a flexibilidade

Freelancers são criação dos empreendedores. Eles assumiram o risco de um negócio solo em detrimento de flexibilidade e liberdade.

Eu descobri que freelancers são mais aptos a negociar condições justas de trabalho, e às vezes não apenas quanto a questões financeiras. Isso não significa que líderes possam subvalorizar o trabalho de um freelancer com “exposição” ao invés de ganhos financeiros. Só significa que trabalhar com um freelancer exige mais jogo de cintura.

Por exemplo, em um projeto recente para um cliente, concordamos em co-assinar um programa de conteúdo desenhado para gerar novos negócios. Se que minha empresa se beneficie mutuamente dos esforços em marketing, eu concordo em reduzir o pagamento – e sejamos honestos, eu investiria mais tempo no projeto do que tipicamente invisto por um bônus adicional.

Líderes precisam estar abertos a métodos alternativos para otimizar suas relações com freelancers. Quando negociar com eles, pesquise seu portfolio, redes sociais e website para se contextualizar e otimizar a conversa. Poupe tempo para uma sessão de brainstorming e para discutir possíveis cenários de trabalho que contemplem interesses das duas partes como prioridade. A chave é focar mais no que você pode dar ao freelancer do que no que ele pode te entregar.

Lembre, não presuma que  eles irão aceitar um pagamento menor ou alternativas diferentes, mesmo que você acredite que seja uma grande oportunidade.

Alinhamento das expectatovas de trabalho

No final do dia, ao lidar com freenlancers, você precisa lembrar que você está dirigindo um negócio, e seu tempo para gerenciar relações e negociar será limitado.

Tenha paciência com seus primeiros freelancers para descobrir qualquer corte em seu processo comercial, desenvolver documentação onboarding, e testar o que funciona e o que não. Mas então, foque em encontrar um acordo rapidamente.

Seja claro quando comunicar suas expectativas e contrate freelancers por um período de teste para determinar se a performance deles e sua acessibilidade é um bom fit para seu negócio. Você deve ter um bom dissernimento quando fizer os primeiros contratos.

Quanto ao processo de encontrar, contratar e gerenciar freelancers, pode ser um um território desconhecido para os líderes de hoje em dia, mas os benefícios da flexibilidade e da performance ágil pode se provar recompensadora na economia. Para se manter competitivo, agilidade é o principal.

 

Texto traduzido de: https://www.entrepreneur.com/article/293171

 

Gostou? Que tal conversar com outros colaboradores e ver como suas empresas estão se preparando? É só se inscrever na Real Networking!
https://www.realnetworking.co

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *