O que necessita seu negócio para ser mais criativo?

O que necessita seu negócio para ser mais criativo?

A liderança criativa não se baseia em um líder criativo, e sim em ser capaz de desbloquear o potencial criativo de sua organização.

Como enfatiza Kevin Duncan, autor do livro The ideas book (LID Editoral), “existem muitas correntes de pensamento a respeito das ideias e a criatividade: que sim é difícil que as tenhamos; é difícil que alguém sozinho as tenha; é fácil tê-las, mas são difíceis de implementá-las; é fácil ter ideias simples, mas é mais difícil pensar nas que mais impactam…”.

Tim Brown, cofundador do estúdio de inovação IDEO e um dos maiores especialistas em criatividade aplicada no âmbito empresarial, assegurava recentemente em seu blog que “quando pensas em organizações criativas, normalmente pensamos, habitualmente, em agências de publicidade, estúdios de desenho ou startups tecnológicas”.
“Tive a oportunidade de observar distintos estilos de liderança em diferentes indústrias, desde equipes em empresas de serviços financeiros até empresas de saúde, passando por empresas de tecnologia. Esses líderes não tinham nenhum passado criativo, não eram especialistas em inovação, nem desenhistas, nem escritores: eram especialistas em vendas, especialista em recursos humanos e engenheiros da computação. E todos eles foram capazes de conduzir suas equipes de tal forma que permitiram a cada indivíduo participar de maneira criativa e criar melhores soluções”, aponta Brown.

“A liderança criativa não é sobre líderes que se tornam mais criativos. É sobre indivíduos que fomentam a criatividade”, assegura. “Isto significa que você, como líder, deve desbloquear o potencial criativo da sua organização. É seu trabalho deixar preparada a base para gerar e executar novas ideias”, defende.

Características básicas de um líder criativo

Brown entende que a criatividade requer uma série de habilidades e divide as qualidades de um bom líder criativo em três características:
1. É um explorador: “Têm uma visão, sabem aonde querem chegar. Se não, ninguém estará disposto a segui-los”, assegura Brown.
2. É um jardineiro: “Necessita criar as condições necessárias para que surja a criatividade. É capaz de oferecer inspiração nos momentos em que a energia está baixa”, diz.
3. É um coach: “Ajudam suas equipes a esquivar da ambiguidade, a aprender com os erros e fazer as perguntas corretas”, conclui.

Hábitos para impulsionar a criatividade na sua empresa

Você sabia que o CEO da Nike, Mark Parker leva um caderninho cujo lado esquerdo dedica a temas de desenvolvimento do negócio e operações, e o lado direito as ideias criativas? Em cada folha escreve sobre o mesmo tema, mas tratando desde estes dois pontos de vista. Se assegura que assim trabalha o lado esquerdo e direito do cérebro. Assegura que isso o ajuda a fomentar a criatividade e a manter o foco no negócio. O melhor que de este hábito é que não tira o tempo das suas tarefas principais nem custa dinheiro a empresa.
Com essa ideia em mente, buscamos outros hábitos saudáveis – existem muitos – para fomentar a criatividade no seu negócio que não o faça perder tempo.

1) Acostume a sua equipe a escrever à mão e deixar o computador quando têm que pensar.

O fato de você ser empreendedor faz com que sua mente esteja sempre dando voltas a absolutamente tudo. Escrever e/ou pensar diante do computador está supervalorizado. Quando tiver uma ideia prove escrevê-la à mão em um pequeno caderno ou em um pedaço de papel. Isto ajudará você a assentar as ideias, a “pensar em voz alta”, mas rascunhando em um pedaço de papel, de tal forma que depois de escrever você consiga reler o que foi escrito. Quando repassar as ideias, as ideias importantes, coloque-as em post-its coloridos em função da área do negócio que ela tenha relação e cole-as em uma parede do escritório onde todos os empregados possam vê-las.

2) Desordene as ideias, deixe que se misturem

No lugar de agrupar as notas por área de negócio, dedicando uma zona para cada área de negócio, prove desordenar todas as notas. Desta forma, quando você for realizar uma das notas na parede, sempre terá em sua órbita ideias de outros temas que podem chegar a criar sinergia com o tema que, a priori, você não tinha se dado conta.

3) Ponha as novas “grandes” ideias de repouso durante um mês

Quando sair a faísca de uma nova ideia a partir de uma sessão de brainstorming ou com uma dinâmica de post-its, antes de toma uma decisão deixe-a repousar durante aproximadamente um mês. Este tempo permitirá você tomar distância da ideia e vê-la com um sentido muito mais crítico. As vezes quando está desenvolvendo algo e você se encontra tão submerso não é capaz de ver suas deficiências porque quer defendê-la de “corpo e alma”, mas o tempo permite isso mesmo, tomar distância e poder voltar a “moldar” essa ideia.

4) Fomente a multidisciplinaridade entre os sócios

Mesmo que cada um seja responsável por um setor determinado da empresa, intercambie tarefas, sobretudo quando você sentir que está travado em um ponto. Isto os permitirá incorporar ideias novas a diferentes temas e colocar em “crise” o trabalho dos outros. Mesmo que cada um seja responsável por algo, sempre é importante perder esta responsabilidade e ter um sentido crítico que ajude a melhora da ideia do negócio.

5) Fomente o cruzamento de conselhos (construtivos) entre perfis dentro da empresa

Um perfil muito criativo (pensa, por exemplo, em um desenhista) ou um financeiro ou um comercial ou um profissional que vem do âmbito acadêmico têm formas diferentes de ver a vida e a afrontar os problemas e resulta útil fomentar que uma pessoa com outro perfil dê para você sua opinião de como faria determinada tarefa que você quer melhorar. Em muitas ocasiões não sai nada aplicável, mas pode levar a grandes descobrimentos, como por exemplo, aplicar metodologias de trabalho aos criativos que os ajude a se dispersarem menos e focarem em resolver um problema de cada vez.

Texto traduzido de: http://www.emprendedores.es/gestion/potencial-creativo-negocio-tim-brown

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *